Os nossos idosos, bebês e mulheres grávidas são as mais sensíveis a infecções.

Os mais vulneráveis

Bebés
Os recém-nascidos são muito sensíveis e  particularmente vulneráveis a infeções. A ausência de imunidade ao nascer faz com que o recém-nascido seja muito vulnerável. O processo de imunização inicia-se muito rapidamente (em menos de 48 horas após o nascimento), mas a evolução é demorada. Assim, o recém-nascido está exposto a riscos se a higiene do meio ambiente não for boa.

Pessoas idosas ou portadoras de deficiência
O fenómeno de imunização e imunossupressão faz com que as pessoas idosas e com deficiências sejam mais sensíveis a alguns germes. Temos de estar vigilantes para não os contaminar e, se necessário, ajudá-los a manter uma boa higiene.

Mulheres grávidas
Mulheres grávidas, mesmo as mais saudáveis, devem estar atentas para evitar contrair doenças, que podem ter consequências negativas sobre o desenvolvimento dos seus bebés. Ter uma boa higiene e uma boa dieta são preocupações elementares