O que é um micróbio?

O que é um micróbio?

Os micróbios, ou microrganismos, são organismos vivos, invisíveis a olho nu. Essenciais à vida na terra, podem ser benéficos para os seres humanos, mas também podem ser perigosos, causando doenças infeciosas ou intoxicações alimentares.

As bactérias

microbios

O que é uma bactéria?

As bactérias são microrganismos vivos capazes de se reproduzirem por si próprios através da divisão celular

Nem todos são perigosos. Existem bactérias “boas”, indispensáveis ao ser humano, tais como as que se alojam no aparelho digestivo, que ajudam na digestão ou na produção de vitamina K, por exemplo. Também existem bactérias utilizadas no processo de tratamento de águas residuais, na indústria alimentar para a produção de iogurte ou queijo, assim como para a produção industrial de medicamentos. Mas também existem bactérias nocivas, conhecidas como patogénicas, que podem causar infeções e doenças. Enumeramos cerca de 100 espécies patogénicas entre 5000.

Onde se encontram as bactérias?

Na água, no solo, nas plantas, no ar, nos alimentos e até nas nossas mãos…as bactérias estão por todo o lado. São tão numerosas que se estima existirem 10 vezes mais células bacterianas do que células humanas no corpo humano

Em casa, as bactérias gostam de crescer em lugares quentes, húmidos e muito frequentados. Encontram-se principalmente nas sanitas, em toda a casa de banho, na cozinha, nos objetos (interruptores, teclados, telefones, etc.) e até na roupa

Mas cuidado com as ideias preconcebidas, pois algumas bactérias, como a listéria, são capazes de crescer a temperaturas muito frias, como no interior do frigorífico.

mano_puerta_microbios

Doenças comuns

  • Gastroenterite
  • Meningite
  • Conjuntivite
  • Cáries
  • Intoxicações alimentares (salmonelose, listeriose, etc.)
  • Infeções do trato urinário
  • Infeções da pele (paroníquia, abcessos, etc.)
  • Infeções otorrinolaringológicas (bronquite, otite, anginas, etc.)

Como proteger-se das bactérias?

É possível limitar o contacto com as bactérias através de gestos simples:
  • Lavar as mãos com sabão ou com álcool gel depois de usar a casa de banho, antes de comer ou depois de estar em contacto com objetos (especialmente em locais públicos).
  • Limpar e desinfetar as superfícies que entrem em contacto com os alimentos. Cozinhar bem os alimentos.
  • CLimpar e desinfetar as superfícies mais contaminadas da casa.

Os fungos

O que é um fungo?

Os fungos são microrganismos com pouca ou nenhuma motilidade, consistindo em células com núcleos que produzem colónias muito grandes. Existe uma grande variedade de fungos, tais como os bolores e as leveduras

Os fungos são amplamente utilizados na alimentação, na indústria biotecnológica (especialmente para fermentação), na produção de enzimas ou na produção antimicrobiana, nas tecnologias verdes ou de controlo da poluição, devido à capacidade que têm para desintoxicar os ambientes (água, ar ou solo). 

As leveduras em particular (fungos unicelulares) são utilizadas para a elaboração de vinho, cerveja, pão e antibióticos. 

No entanto, os fungos podem causar algumas doenças.

Fungi
fungi_manos_fruta

Onde podemos encontrá-los?

Os fungos alimentam-se de matéria orgânica ou através da parasitação de um hospedeiro. Podem ser encontrados em: pele, unhas, alimentos (frutas, legumes, etc.). Os esporos dos fungos também se encontram no ar e podem infetar as vias respiratórias. Quanto aos bolores, estes encontram-se frequentemente em áreas húmidas e abrigadas do sol, tais como casas de banho ou cozinhas.

Doenças comuns

  • Aspergiloses, sendo a mais comum a aspergilose broncopulmonar, que provoca tosse e dificuldades respiratórias.
  • Micoses genitais
  • Micoses das unhas e pés, como é o caso do pé de atleta.
  • Candidíase oral, comum nos bebés

Como você se protege dos fungos?

Há várias maneiras de se proteger, dependendo do tipo de fungo:
  • Deitar fora alimentos estragados e lavar frutas e legumes. Limpar e desinfetar o frigorífico.
  • Lavar as mãos regularmente. Arejar a casa diariamente.
  • Limpar e desinfetar divisões húmidas e áreas com águas estagnadas (juntas de azulejos, em redor das torneiras, etc.).
  • Desinfetar a roupa suja, especialmente a roupa interior, roupa desportiva e os têxteis do lar.
  • Usar calçado respirável e/ou desinfetar os sapatos.

Os vírus

virus

O que é um vírus?

Os vírus são os micróbios mais numerosos. Estima-se que existam aproximadamente 1032 vírus no planeta. 

Ao contrário das bactérias, não estão vivos e não se podem reproduzir por si só. Precisam de entrar numa célula viva para se multiplicarem e espalharem por todo o corpo.

Onde podemos encontrá-los?

Dentro das células da pessoa doente. De um modo geral, podemos encontrá-los:
  • Na pessoa doente (saliva, mãos, etc.). Para certos vírus contagiosos, como o da gripe, recomenda-se evitar ao máximo o contacto com os mesmos, a fim de limitar o risco de propagação.
  • Em objetos e superfícies, onde podem sobreviver o tempo suficiente para serem causadores de contágio por contacto. Isto acontece quando se tocam objetos tocados pela pessoa doente (maçanetas, interruptores, botões, etc.).
  • No ar, por exemplo, se uma pessoa infetada tossir ou espirrar perto de outra pessoa, projetando o vírus para o ar e facilitando a sua inalação.
04_virus_mano

Doenças comuns relacionadas com os vírus

  • Gripe
  • Constipação comum
  • Sarampo
  • Varicela
  • Mononucleose
  • Herpes
  • VIH
  • Varíola
  • Hepatite

Como se proteger dos vírus?

Os modos de transmissão variam em função do vírus. Em geral, há medidas simples que podem ser tomadas para evitar a sua propagação:
  • Usar lenços de papel e deitá-los sempre fora.
  • Lavar as mãos com sabão ou álcool gel depois de manusear objetos. Cobrir a boca ou o nariz quando tossir ou espirrar.
  • Lavar as mãos depois de utilizar a casa de banho.
  • Limpar e desinfetar regularmente a roupa, as superfícies e os objetos tocados pela pessoa doente. Evitar tocar nos olhos, nariz e boca excessivamente. Essa é a porta de entrada para os vírus.

Alguns exemplos de micróbios nocivos:

Família Espécie Sintomas/doenças

Bactérias

Escherichia coli Gastroenterite (diarreia, vómitos, dores intestinais, febre)
Bactérias Salmonella Salmonelose (diarreia, vómitos, dores intestinais, febre)
Bactérias Listeria Listeriose (diarreia, vómitos, dores intestinais, febre)
Bactérias Staphylococci (or MRSA) Anginas, infeções da pele, infeção agravada de feridas, gastroenterites.
Bactérias Pseudomonas Infeções do trato urinário, cutâneas, pulmonares, oculares, otites, etc. Se for de origem alimentar: diarreia, cólicas abdominais, desidratação, cianose, etc.
Bactérias Legionella Infeções pulmonares com septicemia.

Vírus

Vírus da gripe Gripe
Vírus Herpes simplex Bolhas de febre, herpes, varicela, zona
Vírus Rotavírus Gastroenterite
Vírus Rinovírus Constipações, bronquiolite, broncopneumonia e outras infeções respiratórias leves
Vírus Poliovírus Poliomielite (febre, fadiga, dores de cabeça, vómitos, rigidez do pescoço e dores nos membros)
Vírus Adenovírus Faringite, amigdalite, conjuntivite, bronquite e broncopneumonia
Vírus VRS Bronquiolite, constipações

Fungos

Candida albicans e outros bolores Infeções pulmonares e cutâneas (por exemplo, a candidíase), micoses
Fungos Trichophyton Pé de atleta
Fungos Aspergillus niger ou brasilensis Bolores no lar, inflamação broncopulmonar